06 setembro 2011

Comunhão com ele

Quando nos mantemos perto de Jesus, é ele quem atrai as almas a si mesmo através de nós, mas é necessário que ele seja levantado na nossa vida: isto é, temos de ser crucificados com ele. Em alguma forma, é o ‘EU’ que se levanta entre nós e ele, e por isso o ‘EU’ precisa ser tratado como ele foi. O ‘EU’ precisa ser crucificado. Somente então Cristo será levantado na nossa vida, e ele não pode deixar de atrair almas a si mesmo. Tudo isso é resultado de união e comunhão íntimas, ou seja, comunhão com ele nos seus sofrimentos.”


por John Hyde: