07 dezembro 2010

Drogas em familia (Em desenvolvimento)



A realidade dos fatos
Drogas psicoativas
A quem e com quem devo contar?
O que posso fazer para ajudar?
Onde familiares podem ceder e onde o dependente deve ser confrontado



Um belo dia você, por um acaso ou por observação, descobre que um membro da família ou amigo próximo é um usuário de drogas. Pode ser um choque. Para um bom observador poderia explicar comportamentos incomuns durante um longo período.

Isso pode acontecer quando você liga acontecimentos suspeitos a determinados fatos. Após seguir algumas pistas iniciais, as observações de um dos pais ou de outro membro da familia apontam as evidências. Isso pode incluir as drogas reais ou acessórios como espelhos manchados, tubos com vestigios de drogas, agulha, seringa, garrote, recipientes com água esterilizada, tiras de papel ou outros instrumentos usados para o preparo e consumo da droga. Alternativamente, a descoberta pode ocorrer no contexto de uma crise como uma overdose, ou a descoberta de grave condição de saude, tal como trombose, DSTs; HIV ou hepatite.

Em outro cenário, em familias onde predomina o dialogo, o dependente pode simplesmente se revelar e dizer: '...Sou quem sempre fui, eu sou um dependente de alcool e outras drogas! "



Entes queridos muitas vezes ignoram a evidência de uso de drogas. Eles podem atribuir as mudanças a "um tempo difícil ', nervosismo, dores do crescimento, problemas de trabalho, doença ou outras deficiências mais "aceitaveis".



A descoberta da prova inequívoca do uso da droga pode ser devastador. As reações geralmente variam entre rejeição e hostilidade e até mesmo a negação do problema. Com o tempo, paciência e compreensão, a maioria dessas tensões podem ser superadas e relações harmoniosas podem ser restauradas e até mesmo melhoradas.

Na maioria das vezes, antes de atingir esse estágio, grande parte dos dependentes quimicos tiveram uma "dupla identidade" mentindo, enganando as pessoas ao seu redor, alguns se envolveram em atos ilicitos; cometendo pequenos furtos em casa, outros dependentes quimicos foram além usando e aprimorando sistemas de geração de renda para financiar o uso das drogas. Tenho certeza que a maioria nao sente orgulho destas ações, embora alguns tentem justificar esse comportamento. A sociedade, dizem eles, os colocou na posição insustentável de ser um dependente de alcool e outras drogas.


Fonte: http://www.adroga.casadia.org/tratamento/drogas-familia-desenvolvimento.htm