01 fevereiro 2011

COMO GLORIFICAR A DEUS NO TRABALHO?




Pergunta: Haveria algum conselho específico que você daria a uma pessoa de negócios sobre como glorificar a Deus em seu trabalho?

Resposta: Você deve ter ouvido de uma palestra que eu dei hoje cedo. Eu dei uma palestra para um grupo de empresários cristãos da cidade sobre como glorificar a Deus das 8 as 5.

A primeira coisa que eu quero dizer é que acredito totalmente no trabalho secular, ou seja, o trabalho não relacionado à igreja. Somos todos ministros, todos nós somos sacerdotes - sacerdócio do crente. Não estou puxando esse tipo de distinção. Estou apenas dizendo que, aonde quer que seja o escritório - seu sacerdócio pode ser em uma empresa de informática, ou enfermagem, ou como um médico, ou na carpintaria ou coisa parecida - e o meu sacerdócio é para o pastoreio.

Eu estou tão totalmente lá, eu creio que a Bíblia diz que devemos ficar onde geralmente estamos. Somente se Deus conduzir de uma forma clara deveríamos deixar o trabalho onde estamos, quando somos salvos.

Então o conselho que eu daria é procurar fazer o seu trabalho de tal forma que Cristo pareça mais importante do que o seu trabalho. Procure fazer e usar o dinheiro de tal forma que Cristo pareça mais importante do que o dinheiro. Procure ter relações com as pessoas no local de trabalho de tal forma que Cristo seja mais importante do que essas relações.

Agora, isso não implica que a eficácia e importância das relações enfraqueçam. Isso significa, de fato, que elas aumentarão! Porque se Cristo é infinitamente precioso para você, agora você terá recursos para os relacionamentos e para o trabalho que você não teria de outra maneira, se essas relações fossem de Deus.

Se elas são de Deus, você está drenando a força deles e, eventualmente, as pessoas vão sentir isso. “Você está me usando. Você pode estar realmente interessado em mim e você pode querer gastar tempo comigo. Mas eu estou começando a me sentir esgotado por você."

Considerando que, se Cristo é tudo, e Ele envia você para esse relacionamento com recursos então a sensação deve ser, "Eu gosto de estar perto de você, porque você está ministrando para mim. Você não está tirando de mim."

Então, quer sejam pessoas, seja dinheiro, seja atividades, agimos assim com todos. Somos muito bons para eles. Devemos ser criativos e diligentes e excelentes em todos os nossos trabalhos, a fim de adornar o evangelho e fazê-lo de forma que Cristo é apresentado para ser mais valioso do que qualquer uma dessas coisas. É do livro "Não Jogue Sua Vida Fora", no capítulo chamado "Não desperdice sua vida das 8 às 5", que estou tirando tudo isto.

Jonh Piper