31 agosto 2010

Novos Jovens

Um exemplo que uso para provar esta afirmação é a passagem bíblica em que Deus disse a Abrão: “Sai da tua terra, da sua parentela e vai para uma terra que eu ainda lhe mostrarei”. Ele foi. (Gênesis 12.1 e Hebreus. 11.8).

Imagine só a emoção de Abrão ao deixar tudo e sair sem um destino certo. Confiar em Deus é emocionante, contraria as circunstâncias, os sentidos físicos e as nossas razões naturais. Entretanto, sempre valerá à pena! Isto porque Ele é Amor, é bom e é fiel ao que nos promete.

Com Deus, vivemos uma vida de triunfo e que, principalmente, é eterna. Somos jovens diferentes, e somos a diferença.





Nascidos de novo, nós formamos uma geração livre e santa que é amada por Deus. Ele já não vê mais o nosso passado, Ele não nos olha como as pessoas nos observam. Somos para Ele o Seu povo, redimido e coberto pelo sangue de Jesus.

Como você se vê? Quero dizer-lhe que Deus O ama tanto que não quis apenas ficar com você, mas residir no seu interior. Ele veio com a bagagem completa, e isto inclui o mesmo poder que ressuscitou Jesus dentre os mortos (Efésios 1.20-23).

O Pai fez daqueles que nasceram de novo a Sua casa. Deixemos, então, Ele organizar tudo nos lugares que prefere. Só se submeta à Palavra de Deus e esta casa viverá próspera e limpa.

Levantemo-nos com ousadia, mas com uma vida diária de entrega e consagração ao Senhor e aos Seus planos para a nossa vida. Isso porque “estamos crucificados com Cristo para esse mundo, e o mundo está crucificado para nós” (Gálatas 2.19; Gálatas 6.14).

Viveremos para engrandecer ao nosso Deus, faremos a diferença e desfrutaremos das maravilhas que Ele já conquistou para nós.

Nada nos separará do Amor de Deus. Somos mais que vencedores. Ninguém nos resistirá. Temos identidade, autenticidade e, principalmente, originalidade: Deus.

Somos valiosos pelo que somos. Deus nos vê como essenciais.

A nossa vida é limpa, temos livre comunhão com Deus, Ele é o nosso auxílio e viveremos eternamente em abundância, “o que, então, nos poderá fazer o homem?” (Hebreus 13.4-6).

Quando vivemos dentro dos limites da Palavra de Deus e guiados pelo Seu Espírito, desfrutamos da verdadeira liberdade. Os jovens ímpios pensam que são livres, vivem sem limites espirituais. Isto não é liberdade, é bagunça. Estes são órfãos, mas nós, os nascidos de novo, somos filhos de Deus.

Após nascer de novo, quem é você para Deus? Uma nova criatura totalmente livre do pecado! Deus olha para nós e vê o sangue de Jesus.

Fonte: http://www.jovensmaisdedeus.com/noticia.php?id=18