20 setembro 2009

Uma história de Pedofilia


Amigos leitores, estou aqui para falar de um assunto muito importante, “Pedofilia” onde eu acho que a igreja tem que entrar nessa batalha, não é o papel só do governo, acho que teríamos que montar um ministério nessa área, ou então colocar os joelhos, a cada dia a pedofilia tem crescido, tendo como principal meio de divulgação a Internet, a pedofilia movimenta milhões de dólares por ano e expõe milhares de crianças indefesas a abusos que nem mesmo adultos suportariam...


Podemos afirmar, hoje, a existência de Clubes de Pedofilia! Esses “Clubes” servem para “associar” pedófilos pelo mundo; onde estes podem adquirir Fotos ou Vídeos contendo Pornografia Infantil ou, pior, “contratar” serviços de Exploradores sexuais, fazer Turismo sexual ou mesmo efetivar o Tráfico de menores e aliciá-los para práticas de abusos sexuais. E, pasmem, este circo de horrores é responsável pelo desaparecimento de crianças no mundo inteiro.

Olhe esse artigo da fonte A CAPITAL DO SITE ANGONOTICAS.COM

Adolescentes angolanas com idades 15 a 20 são alvos de abuso sexual por estrangeiros, na sua maioria oriundos de países da África Ocidental, a troco de míseros dólares.

O caso mais caricato, aconteceu com uma jovem de nome, Teresa, 16 anos de idade, e moradora do bairro Hoji-ya-Henda.

De acordo com o Jornal a Capital, a Jovem envolveu-se com um cidadão de nacionalidade senegalesa, proprietário de um armazém na mesma zona. “Ele comprou-me um telemóvel, pagava os meus estudos e dava-me sempre dinheiro”, confessou a jovem ao periódico luandese.

Depois que oficializou a relação, sua vida virou uma historia de terror. “ O meu marido começou a dizer que era meu dono e que tinha que obedecer a tudo”.

Mas i pior estava para acontecer na vida da jovem, “fui obrigada a tornar-me prostituta” O expatriado, segundo a declaração da jovem àquele semanário, trazia pessoas estranhas, incluindo alguns estrangeiros, e obrigava-a a dormi com todos.

O espisódio, escreve o Jornal, demorou váriois meses, porque sempre que ameaçava ir-se embora, era ameaçada de morte, por isso, teve de aceitar tudo. Os criminosos, tiveram ainda a ousadia de levar para o mesmo local mais duas raparigas que deram o mesmo fim.

“Obrigaram-nos a sermos prostituta”. Os estrangeiros decidiram depois levar as suas vitimas para Senegal, mas Teresa conseguiu escapar.

Essa historia marcou minha vida, não posso ficar sem fazer nada, quero muito orar por essas pessoas , e arranjar outro jeito para entrar nessa batalha e convido você para orar junto comigo...

Ate a próxima
http://tribodenaftali.blogspot.com/2009/09/comece-apenas-comece.html
http://tribodenaftali.blogspot.com/2009/09/amigos-leitores-estou-aqui-para-falar.html
http://tribodenaftali.blogspot.com/2009/09/projetos-em-andamento.html
http://tribodenaftali.blogspot.com/2009/09/tente-conciliar-ciencia-e-fe.html